Plantão de Notícias

22/05/2009

Fonte: APACEF/RJ

Entrevista de Olivio Gomes Vieira para a Revista FUNCEF Ano 6 – nº 36 – Maio 2009

Dedicação e companheirismo

Conheça um pouco melhor Olívio Gomes Vieira, um homem que dedicou sua vida à CAIXA e a seus empregados. Esta é a primeira de uma série de entrevistas com representantes de entidades dos participantes ativos, aposentados e pensionistas.

A condecoração é resultado do trabalho efetuado durante toda a vida. Pela comemoração dos colegas foi como se eu tivesse dividindo com os

aposentados um reconhecimento da carreira profissional.”

 

Congregar os aposentados e pensionistas da CAIXA e defender os seus interesses nas áreas previdenciária e trabalhista. Essa é a missão da Associação do Pessoal Aposentado da CAIXA (Apacef) e reflete o que seu presidente, Olívio Gomes Vieira,

realizou por toda sua vida. O resultado dessa luta em prol dos economiários foi traduzido em homenagem: Olívio recebeu, no Dia do Economiário (22 de maio), a medalha Tiradentes, condecoração dada a quem presta relevantes serviços à causa pública no estado do Rio de Janeiro.

 

Revista FUNCEF – O que representa a medalha Tiradentes para o senhor e para os aposentados da CAIXA?

Olívio Gomes – Representa o reconhecimento, porque o aposentado tem toda uma história na empresa,

principalmente na CAIXA, onde os empregados entravam para fazer carreira e terminar ali sua missão.

A condecoração não é obtida apenas por um fato, é resultado do trabalho efetuado durante toda a vida.

Pela movimentação e comemoração dos colegas, foi como se eu tivesse dividindo com os aposentados

um reconhecimento da carreira profissional.

 

Revista FUNCEF – Quais motivos levaram a sua indicação e consequentemente à conquista dessa homenagem?

Olívio Gomes – Sem dúvida, foi a minha vida na CAIXA, pautada pela necessidade de lutar. Eu entrei na empresa numa época em que estavam proibidos os concursos públicos. Fui então contratado como mecanógrafo. Alguns anos depois, iniciei minha primeira grande batalha: a efetivação desse grupo, nos idos de 1964, fato ocorrido em 70, com a unificação das Caixas Econômicas. Passei então a fazer parte do movimento associativo, ingressando na APCE do Rio. Participei, entre outras,da luta pelas seis horas e pela incorporação dos ex–PMPP. Todas essas campanhas foram vitoriosas. Acredito que alguém leu minha história e resolveu me homenagear.

 

Revista FUNCEF – O simpósio deste ano será no Rio de Janeiro. O que o senhor diria sobre a importância da participação dos aposentados e pensionistas nesses eventos nacionais?

Olívio Gomes – A participação é extremamente importante, fundamental para a luta dos aposentados. Primeiro porque mantém viva ainda a ligação do aposentado com a empresa. Sem dúvida, é um caminho fantástico de confraternização e, com isso, ele faz com que as reivindicações permaneçam vivas. É nesse

momento que os presidentes das associações discutem sobre qualidade de vida, a assistência aos colegas e suas reivindicações.

 

Revista FUNCEF – Conte-nos sobre seus planos daqui pra frente.

Olívio Gomes – O primeiro é transformar as associações não só em áreas de lazer, mas áreas de estudo, alcançando também a família do associado, com cursos profissionalizantes, e dinamizar nossa atuação

nesse sentido. Com isso, fortaleceremos o movimento associativo, não deixando que ele morra. Esse trabalho de manutenção e rejuvenescimento de ideias é fundamental, pois se você renova seus ideais, você sonha,e realizando seus sonhos, você estará sempre presente.

 

 


Voltar
Links de nossos parceiros

APACEF/RJ - Associação dos Aposentados e Pensionistas da Caixa Econômica Federal no Rio de Janeiro
Av. Almirante Barroso, 6 - Grupo 403 a 411 - Centro - Rio de Janeiro - RJ
CEP 20031-000 - Telefax: (21) 2262-5177 / (21) 2220-8137 / 0800 258927