,
 

 

 

Plantão de Notícias

11/01/2018

Fonte:

FENAE


 

Redução da meta: participantes pagarão pelo conforto dos diretores da Funcef
FENAE·TERÇA-FEIRA, 9 DE JANEIRO DE 2018
Participantes perderão em média 9,56%. Quem quiser compensar, terá que trabalhar mais tempo ou contribuir com valor adicional
Em apresentação realizada na semana passada em um seminário para aposentados, diretores da Funcef reconheceram que a redução da meta atuarial gerará grande custo aos trabalhadores. Segundo a Funcef, os benefícios futuros dos participantes diminuirão em média 9,56% com a redução da meta para 4,5% e aqueles quiserem compensar as perdas terão que trabalhar mais ou aumentar suas contribuições. Com a redução da meta, os gestores do fundo de pensão também diminuem seus compromissos com os resultados dos planos, medida que trará maior conforto diante das cobranças por rentabilidade.
“A diretoria da Funcef sabe que quanto menor a taxa de juros, menores serão os benefícios, mas eles querem trabalhar na zona de conforto, afinal a pressão por resultados é grande. Estão transferindo para nós participantes o ônus desse conforto”, comenta a diretora de Saúde e Previdência da Funcef, Fabiana Matheus.
A Fundação explica que, para quem tem até 60 anos, a cada 1% de redução da taxa de juros, há redução de 10% no valor do benefício, e quanto mais elevada a idade, menor é o impacto. A tabela apresentada por um dos diretores do fundo de pensão também mostra que as mulheres serão as mais prejudicadas. Trabalhadoras com 53 anos, por exemplo, terão seus benefícios futuros reduzidos em 11,21%, enquanto os homens da mesma idade terão redução de 10,62%.
Para aqueles que estão em planos de contribuição variável, ou seja, o Novo Plano e o REB, a Funcef dá outra notícia desagradável e embalada em palavras cuidadosamente escolhidas. “Há duas maneiras de compensar o efeito da redução da taxa de juros. A primeira é postergar a idade de aposentadoria, contribuindo e acumulando recursos por um período maior, ou manter a idade, porém contribuindo com um valor um pouco maior ao longo da vida, possibilitando atingir a idade de aposentadoria com um saldo de conta maior”, diz a Funcef.
“Avisamos desde o início que reduzir a meta atuarial da forma como estão propondo é um equívoco. Essa redução já aconteceu outras vezes, mas quando havia recursos para compensar. Agora, estamos com deficit e a conjuntura é desfavorável. Esses recursos sairão do bolso dos participantes”, questiona a diretora de Saúde e Previdência da Fenae, Fabiana Matheus, que faz um alerta. “Para quem já está pagando equacionamento, além dos descontos extras, vai perder mais 10% somente com a redução da meta. Em todos os sentidos, o momento é péssimo para essa medida”, conclui.
Previsão de redução dos benefícios conforme a idade e o gênero a partir da redução da meta atuarial para 4,5%

 
Voltar
Links de nossos parceiros

APACEF/RJ - Associação dos Aposentados e Pensionistas da Caixa Econômica Federal no Rio de Janeiro
Av. Almirante Barroso, 6 - Grupo 403 a 411 - Centro - Rio de Janeiro - RJ
CEP 20031-000 - Telefax: (21) 2262-5177 / (21) 2220-8137 / 0800 258927